10 de junho de 2015

CAFÉ VERDE EMAGRECE? - Por Vanessa Kieling


Você gosta de café? Já ouviu algo por aí a respeito de café verde? Opa, verde???

O café verde é o mesmo café que conhecemos, porém não teve seus grãos torrados como no preto tradicional. Um tipo de café mais “potente”, pois como não foi torrado, certos nutrientes ainda estão bastante salientes neste grão.

Rico em minerais como cálcio, potássio, ferro, zinco, magnésio e antioxidantes; tem ainda duas vezes mais cafeína que o café preto- o que favorece o metabolismo (e consequentemente, a queima de gordura).

O efeito termogênico deste tipo de café vem chamando bastante a atenção, e seus efeitos andam provocando muitos questionamentos. Emagrece mesmo???

Segundo estudos da Universidade de Scranton, nos Estados Unidos, realizados durante mais de 6 meses, se ingerirmos 3 cápsulas de 400 mg 30 minutos antes das refeições (café, almoço e jantar), poderemos reduzir o nosso peso corporal em até 10%. Agora gostou né?

O componente milagroso deste grão chama-se ácido clorogênico, que não está tão presente no café já torrado, já que a perda deste ácido na torra é de 8 a 10% enquanto no verde é de apenas 1% (há versões de que no café torrado o ácido é quase inexistente). O ácido clorogênico impede que o organismo utilize o açúcar dos alimentos ingeridos como fonte de energia, obrigando o corpo a queimar glicose (açúcar) e gordura, principalmente do fígado; além de tornar a liberação dos açúcares no sangue mais lenta.

Um estudo da Unifesp sugere também que o consumo do ácido clorogênico ajuda a diminuir a incidência de diabetes tipo 2, pela da sua capacidade de controlar os níveis de açúcar no sangue.

Além do ácido clorogênico, o café verde também é rico em antioxidantes (que ajudam a limpar as células), e cafeína- que completa a lista de coadjuvantes de peso na hora de eliminar gordurinhas. 

As contraindicações são poucas: pessoas com hipertensão, gastrite aguda, úlcera, com histórico de ansiedade devem evitar consumir o café de um modo geral. Já em casos de depressão, ele até é indicado, pois ajuda a inibir o sono, além de ser uma ótima fonte de energia por causa da cafeína.

Na maioria dos países onde ele é comercializado, encontramos mais a versão em cápsula, que pode variar de 100 até 1000 mg do extrato. Se preferir, os grãos do café in natura podem ser adquiridos em lojas de café (entre R$ 30,00 e 50,00 o quilo), e sua preparação é idêntica à do café preto (utiliza-se a proporção de uma colher do pó por xícara), e fica parecido com um chá. Podemos também misturar os dois tipos de café. Para adquirir os benefícios do café verde, o ideal é que se consuma pelo menos duas xícaras por dia (tomando o cuidado de não consumi-lo à noite). Vale ressaltar que o café verde não faz milagres, e deve ser associado à uma dieta saudável e exercícios, focando sempre na saúde e bem estar antes da perda de peso.

Se empolgou com a novidade? Vai encarar?

Queremos saber a sua opinião!

Vanessa Kieling

MAIS RECENTES

ASSINE POR EMAIL

Copyright © 50 COISAS ANTES DOS 50 - VERA LORENZO

Todos os Direitos Reservados