2 de maio de 2013

Se a felicidade bater

Toc toc. Havia alguém na porta, fui atender. Aqui batem na porta igual no Brasil. Toc toc.
E qual a minha surpresa quando vejo a felicidade na porta?

Felicidade era o solzinho que esquentava uma manhã gélida na Holanda. E olha que todo mundo estava feliz, porque para os holandeses um pouco de sol é a glória, é a festa! Então felicidade para todos os lados que eu olhava.

Quando faz sol, o tom da roupa muda. Vestem laranjas, azuis fortes, vermelhos, verdes, outras cores de sapato, tudo vira colorido. Nada é mais cinza, preto. Eles acompanham a cor do céu e sol.


Lindo ver a felicidade que o sol traz e ver a felicidade bater na porta. Hoje a felicidade bateu aqui. E, se ela bater de novo aqui ou aí, vamos apanhar todos nós. Rechear nossa boca de felicidade. Huuuuumm, que delícia...

Felicidade parece grandiosa e é enquanto falamos de poder de expansão. Felicidade expande. E é, ao mesmo tempo, tão natural, tão pequenina. Sigo sempre respeitando-a. 

E enumerando os meus pontos de luz de felicidade. Quem sabe enumerar os pontos de luz da felicidade de hoje? Para auxiliar, aí vão os meus:
1. Falei com meus filhos e vi seus rostinhos no Skype
2. Tomei café da manhã com meu amigo Wilco
3. Recebi o carinho e ajuda de uma nova amiga holandesa, a Joyce
4. Conversei com minhas colaboradoras amigas, que bom saber de notícias delas!
5. Fiz um passeio pela cidade de Amsterdã, respirando o ar fresquinho e degustando de todas as paisgagens
6. Comprei um cupom do Groupon para VOAR, uma aula para pilotar um avião!
7. Escrevi para meu blog e interagi com as pessoas que leram o blog
8. Ofereci um favor a um amigo tricolor e ele ficou contente!
9. Fui a um restaurante tailandês com amigos
10. Uauuuu, estou aqui escrevendo novamente....que maravilha!

Contabilizei hoje esses e muito mais pontos de luz de felicidade. E, para mim, tudo é lindo, com sua beleza própria, irradiando durante todo o meu dia. Ah, felicidade, se todos soubessem como você é natural e tão à nossa vista?


Tão inerente e presente no dia a dia! Basta olharmos com carinho o nosso caminho de vida.
Muita gente procura a felicidade grande, a estupenda felicidade, a fabulosa. Na verdade, quanta coisa boa ao meu redor! Filhos lindos, amigos maravilhosos, família generosa, a possibilidade de ajudar pessoas, de ser ajudada, de alguém gostar do que você faz, de você gostar de alguém...Isso não é felicidade?

É felicidade e muita!! 

Felicidade é que nem uma plantinha. Você cultiva, cuida, dá carinho, e lá vem ela se abrindo em flores. A lei da reciprocidade não falha. Quando você cuida, cultiva, ama sem esperar o retorno, o retorno aí vem nem sempre empacotado da forma que você esperava. Mas o retorno vem...e esse retorno se chama felicidade.


O céu acorda azul já é sinal. Fique atento. Interaja com, o céu azul, o mar azul e o sol. Como os holandeses reagem ao bom tempo. O Brasil é um país iluminado, de muitos sóis e muitos céus azuis. Só isso já deveria nos fazer sorrir e nos vestir coloridos para iluminar outros dias e outras pessoas.


Tem gente por aí que fica braba comigo, diz que eu vejo tudo com um olhar positivo demais. Ué, sou movida à energia positiva, esse é meu motor, essa é a vida que eu escolhi para mim. Positiva sempre. se o céu não está azul, faço ele ficar. 

Brincadeira? Não, digo tudo isso de forma autêntica, séria. Acredito na potência dessa energia positiva, ela já fez bem a tanta gente perto de mim, tanta gente que agora se move, se compromete, se realiza com pequenas coisas do dia a dia. Isso para mim também é felicidade. Saber que, com minhas atitudes e palavras, causei movimento para cima, movimento de sensações, movimentos rumo a um mundo melhor.


E, se quiserem que eu faça sentido, esqueçam. Não faço sentido e nem quero ter razão. 
Quero simplesmente ser feliz! Tudo, além disso, é nada. De que adianta ter razão? Não preciso de razão, não preciso mostrar nada, quero sentir tudo, tudo de bom.

Rótulos, desconheço. Ninguém precisa de rótulos para viver, nem ser enquadrado em determinado grupo, sistema, tipo, etc. Sou muito mais que qualquer rótulo. Sou verdadeira à vera.

Se chegar perto de mim, vai sentir: felicidade em ebulição. É o que há dentro de mim.


Porque da vida eu não levo coisas, levo experiências, levo pessoas comigo. Por isso, a enorme importância que dou a olhar para o lado, ver quem está perto, o que podemos fazer?

Dar as mãos, andar junto, levar alguém com você para um lugar ou sentimento melhor é divino. Divino de Deus. De todos os deuses sem importar a crença. Se oramos, rezamos, ajoelhamos, nada isso importa. O que importa é na sua crença que o mundo é seu e você está aqui para se realizar e ser melhor e feliz a cada dia.


Faça cada instante, minuto, hora, dia valer a pena. Não permita que o tempo passe e você fique parado, estagnado por aí. Aja, reaja, interaja. 

Permita-se. E esquece mesmo tudo que passou e vai ser feliz. Em letras MAIÚSCULAS.


Esquece mesmo, perdoa, tire da mente. Perdoar é um santo remédio para o coração. Fica levinho, levinho, experiência própria, pode acreditar.

Vai viver a vida, passado já passou como diz a palavra. Passado já era, foi, não é mais.
Viva o presente do indicativo. E acredite.


O grande segredo de todas as coisas é acreditar. Acreditando, fazemos milagres. Acreditando em felicidade nas menores coisas, realizamos os milagres em grandes coisas.
Tudo vale a pena quando nos abrimos e nos colocamos a enxergar o mundo sob outro ponto de vista. O ponto de vista da vida que deve ser infinitamente celebrada. Constantemente.


Imagine que lindo. O dia acaba, não há mais o sol na Holanda - já são 22.20 por aqui - mas há um céu cheio de estrelas. Veja que maravilha, confira o seu céu. Imagine curtir todas as estrelas que brilham incessantemente. Imagine....


Eu imagino o sol, o céu e o mar. E imagino mais: alguém para amar. Que vai chegar, eu já te digo, eu sei que chega. Na hora certa, na onda certa do mar. No sol brilhante de um olhar.

Quando eu estiver desprevenida. Quando eu estiver feliz passeando por aí nesses mundos.

Por isso, vale a pena lembrar:  quando a felicidade bater, apanhe e apanhe muito. 
A vida é curta e a felicidade que está por aí é imensa.

Seja feliz. Muito. E trago a imagem novamente.


Beijos felizes.

MAIS RECENTES

ASSINE POR EMAIL

Copyright © 50 COISAS ANTES DOS 50 - VERA LORENZO

Todos os Direitos Reservados