14 de novembro de 2014

Mundo à minha moda





Quando iniciei as 50 metas, imaginei moda. E não falo de moda convencional, não vou ditar nada, vou apenas constatar moda. Coisas e combinações bobas do dia a dia.

Assuntinho light para iniciar o fim de semana.

Combinações modísticas de alguém que não entende nada do assunto. Vamos arriscar?


Para correr, a gente faz o bico, coloca uns óculos de lentes verdes - para ter a esperança de que completa o percurso - e para combinar e embalar a corrida, rosa no corpo. Para dar o up geral, batom rosa claro. Força de vontade no peito, rabo de cavalo, sainha de corrida e lá fui eu.


Em outras corridinhas, arrisco um semblante mais paz e amor. Top branco, short branco e filho a tiracolo para os 9km de corrida. Paradinha singela após a força realizada e a compensação da deliciosa água de coco à beira mar.



Se é para comparecer em programa de Fátima Bernardes, mesmo que tenha sido só para comemorar meus 50 anos (sim, eu estava lá no dia do meu aniversário!!!), o momento é de paixão, vermelho, rosto bronzeado, face vermelha de alegria, ao lado de Caio que se fazia presente todo estiloso ao meu lado. Vermelho, constate comigo, alegra o semblante e, por conseguinte, o coração.

Momento de dançar conforme a música, afinal cheguei à flor da idade. Liberdade para as escolhas e modinhas.


Já na hora de trabalhar, mudo o style para mais sisudo, vestido comprado na Ross, 15 dólares que não amassa e não precisa passar - uauu, que alegria! - uma maquiagem sem muito exagerar e aí está. Vamos à labuta! Eu me dei conta que as fotos são todas de rosto (e quem vai ver a roupa?...fica para uma outra vez se houver interesse). E repare nos olhos arregalados.

Sorriso escovado, fundamental para falar com clientes e pessoas que passam na nossa vida. Sorriso afinal é porta de entrada. E esse sorriso, esse carinho na vaidade que faz o mundo girar e tudo em volta dar certo.


No dia seguinte, convoco o mesmo sorriso largo e outro estilo. Camisa, adoro uma camisa! Ao invés de vermelha Fátima-Bernardes, opto por uma camisa cinza e colar preto e branco, presente da minha irmã. Não é que ficou uma executiva exemplar?



Já para uma noite especial - ah sim, especialíssima! - vestidinho branco de bolinhas pretas, argolas nas orelhas, batom vermelho rosado, cabelo jogado para o lado e chega o momento de causar impacto. Umas bolinhas pretas no branco fizeram um valioso efeito e convenceram, devo dizer....Recomendo fortemente.


Em dia mais menina, mais jovial, quase sem maquiagem - deixo o sorriso ir na frente, óculos Ray Ban preto, brinco azulzinho, camisa azul clarinha, calça jeans e estou pronta para bater perna por aí.



Eis que chega o dia de Vida Uau, vestido Farm, azul lindo estampado e furadinho sobre malha verde de alcinha. Azul flores, vermelho, sempre Farm, sempre Uau. Acende o visual instantaneamente. A Farm entendeu minha necessidade de cores, cortes sem muita lógica, estampas inusitadas, Farm entende meu estilo.



Assim como, por outro lado, na hora de assumir a executiva do mundo moderno, lanço mão da minha linha Ralph Lauren, mais clássica, ajustada, estamparia mais sisuda e elegante. Para combinar, brincos verdes (tenho brincos de todas as cores).


As roupas vão traduzindo no dia a dia o meu humor, meu estado de espírito e posso inclusive utilizar roupas e cores para passar mensagens para quem me vê. Alegria se passa com cores alegres. Elegância com estampas mais clássicas. E, se quero ser a intelectual, tiro as lentes de contato e uso meus óculos pretos, tipo professora. São escolhas que fazemos talvez sem pensar todos os dias e que refletem nossos sentimentos. 


A intelectualidade dos óculos sou eu que dou. Posso ser moderninha, numa combinação com camiseta e jeans e quebrar um pouco da seriedade. 

Como na vida, a combinação baseada nas opções que você faz vão gerando impactos e mudando à medida que você muda as combinações consciente ou inconscientemente.

Preto é reclusão, é fechamento ao mundo exterior. Preto também é charme. Estilo sem errar no tom.

De qualquer modo, o importante é se divertir com a vida e com a moda. Dar língua para as regras pré-estabelecidas e seguir o que te faz bem e feliz.

Alegria, alegria. Escolha seu jeito, adapte seus tons, troque de loja, arrisque uma combinação descombinada, faça diferente e surpreenda você mesmo.

Viver se divertindo até com que você veste é sempre moda.


Beijos modernos.



MAIS RECENTES

ASSINE POR EMAIL

Copyright © 50 COISAS ANTES DOS 50 - VERA LORENZO

Todos os Direitos Reservados