28 de setembro de 2014

Quem sou eu? Personas



Quem sou eu realmente? Perguntas e respostas a serem pensadas. Necessário descobrir quem você é na plenitude da palavra e as personas que vivem dentro de você.

O termo persona é derivado da palavra latina equivalente à máscara e se refere às máscaras usadas pelos atores no teatro grego clássico para dar significado aos papéis que estavam representando.



De acordo com a mostra ao mundo, é o caráter que assumimos; através dela nos relacionamos com os outros. A persona inclui os papéis sociais que assumimos durante a vida. A persona é o arquétipo associado a um ou mais comportamentos no contato com o mundo exterior, utilizado como ferramenta de aceitação ou sobrevivência na sociedade.  O aspecto negativo surge quando o Eu se identifica com a persona, fazendo com que a pessoa se distancie e desconheça sua real personalidade.  É fundamental detectar as personas e se distanciar ou se apropriar delas nos momentos em que lhe parecer oportuno.



“É o estado em que o indivíduo ultrapassa seus limites, ocupa uma extensão que não lhe compete, apropriando-se de qualidade e conteúdos situados além de suas fronteiras” (Calluf, 1969).

As personas abafam os indivíduos por trás da máscara. Tendem a se ver apenas nos termos superficiais de seus papéis sociais e de sua fachada.

A persona é uma necessidade tanto para proteger nossa intimidade contra a intrusão do mundo exterior como para nos adaptarmos a ele.  A persona “assume sua forma” no contato com o outro e o perigo é a persona assumir a sua vida.  Aprender a discernir persona/máscara de sua própria personalidade ajudará na libertação do seu eu.


Costumamos nos comportar de acordo com as expectativas das outras pessoas. Mas, afinal, o que queremos, quem somos? Porque a persona é mais importante que a pessoa por trás da máscara? Quando vamos saber e diferenciar nossas personas de nós mesmos?

Perguntas para você conviver melhor com sua(s) persona(s):
1.      Identifique sua persona de acordo com algum traço de personalidade ou característica que você tenha e não quer mais conviver com ela o tempo todo. Dê um nome ou título à persona. Descreva a persona com o maior número de detalhes possíveis.
2.      Quando a persona fez sua primeira aparição na vida?
3.      Quem te ensinou ou te fez utilizar a persona?
4.      Em que situações a persona aparece?
5.      Que emoções positivas e negativas/dores a persona causa em você? Anote.
6.      A partir da sua consciência e conhecimento, como você fará esta semana para se separar da persona e assumir parcial ou totalmente sua personalidade?


Leia e guarde suas anotações. É importante termos ciência que desenvolver e identificar as personas é fundamental para a saúde mental. Porém é igualmente fundamental saber qual máscara usar, de acordo com o meio no qual estamos inseridos. A máscara certa para o momento certo: você conhece a sua?

Livre-se de sua máscara limitante. Viva você a partir de agora. Agrade mais a pessoa que existe dentro de você e e que luta para ser feliz em todos os aspectos.

Não adie a felicidade da pessoa (e não a persona) mais importante do mundo: você!



Beijos libertadores.
Esse texto de hoje é uma homenagem a uma pessoa que amo muito e quero ver muito feliz. 


MAIS RECENTES

ASSINE POR EMAIL

Copyright © 50 COISAS ANTES DOS 50 - VERA LORENZO

Todos os Direitos Reservados