9 de setembro de 2013

Paraíso é logo ali

Entre uma das minhas 50 metas, no meio do caminho, tinha um sonho. Cinquenta sonhos e eu atrás de todos eles.

No ar e no mar, na terra, os próximos capítulos eletrizantes da nossa novela da vida. Vou para Pasárgada, preciso de férias. Sim, o ano de 2013 vivido intensamente pede pausas. Há o momento de aceleração contínua, de manter a velocidade constante e o momento de saber parar. A parada da auto-análise ou a parada simples para respirar profundamente e voltar recarregada.


Na próxima viagem, na agenda, o passeio à praia dos meus sonhos. Aquela praia, paradisíaca que só se vê em revistas, na Internet, queria ver agora a olho nu. O mergulho nas profundezas das águas - eu sou uma pisciana convicta, preciso de água para viver.


Água para viver dos meus dois lados, me envolvendo sem me deixar olhar nada de diferente que não fosse águas e mais águas. Quando você mergulha nas suas águas, você descobre o melhor de você e se permite sonhar.

Os sonhos são azuis, profundos céus de mar. Fazendo casas, tecendo redes. Bordando suas histórias.
Ah, eu sonho quando eu posso sonhar. Ou então quando o meu emocional infanto-juvenil dá uma rasteira no meu racional e se apropria dos meus pensamentos.


Só quero ver azul, verde e branco. Essas cores já me satisfazem a fome. E a sede formalizada de descanso e brisa.

Enquanto me aprofundo nas fontes, busco mais sonhos no mesmo deleite.
Não quero pequenos sonhos, quero sonhar alto e grande. Algo me faça fascinante e fascinação num instante. Os ventos que assopram segredos nos meus ouvidos me arremetem na vela.

Avante, vamos sonhar.
Bimini, Bahamas. Eu fui até lá, um dia curtinho, é bem verdade.
Sonho, eu sonhei acordada.


Meta cumprida, sonho realizado.

Beijos e no caminho da próxima.

MAIS RECENTES

ASSINE POR EMAIL

Copyright © 50 COISAS ANTES DOS 50 - VERA LORENZO

Todos os Direitos Reservados