9 de abril de 2013

Eu vou, eu vou

Eu vou, eu vou. E não vou para casa. Eu vou.
Simplesmente vou dar um tchauzinho de volto já e vou.


Vou ali ver outros mundos, dar umas espiadinhas em outros modos. Dar uma descansadinha na mente e no corpo. Eu vou. Vou soletrar fe-li-ci-da-de bem alto para eu ouvir e repetir várias vezes, viver uma pausa deliciosa, curtir cada segundo.


Eu vou empinar o bico, sacudir nas nuvens, olhar de frente o céu. Voar.
Para além dos meus olhos. Numa unidade de espaço enorme em pouco tempo cronológico. Parar o relógio e segurar a emoção de ir e de ficar.

Vou para o paraíso e o que é o paraíso? É um mar cristalino e uma ilha deserta? É no meio do mato, junto à natureza? O paraíso poderia ser tudo isso, mas não é. Paraíso pode ser qualquer lugar onde você se sinta genuinamente feliz e se sinta você mesmo. Para-iso. Para-isso. Paraíso!


Parar, vamos parar o tempo e aproveitar.
Dar passinho, outro passinho e mais passinhos de alegria.


Em pensar no caminho, já me sinto nele. Estou distraída, descuidada da hora e de mim mesma.
Momento ideal de viver à vera.


Vou por aí, num novo destino, numa nova história.
Verificar todas as possibilidades de viagem, de decolar e pousar. De se encontrar e talvez se perder.


Quem sabe lá, uma tal felicidade me espera.
A preparação dela está feita, realizada. Do que vem por aí, ninguém sabe.

Eu vou, eu vou. Eu me perderei para me encontrar.

Eu e você.


Ir é tão lindo que me perco nas ideias.
Vou demorar, viu? E volto na semana que vem. Se no meio do paraíso, tiver tempo para escrever para você, escrevo. Senão, você me perdoa e espera um tantinho de nada até eu voltar.



Você me espera?

Beijos alados.

MAIS RECENTES

ASSINE POR EMAIL

Copyright © 50 COISAS ANTES DOS 50 - VERA LORENZO

Todos os Direitos Reservados