3 de março de 2013

Os acasos convergentes

Não tenho mais assistido televisão.
Faz tempo que não me sento e me deixo levar pela telinha. Nem as costumeiras novelas, reality shows me prendem.

Ontem, por conta de uma dor física, fui obrigada a deitar no quarto e, como não conseguia me concentrar muito pela dor, liguei a televisão e, de repente, passava novamente o filme Chico Xavier.


Sem querer, a dor não deu trégua e, sem saída, fiquei diante da televisão e da história de Chico Xavier. E aquele filme que eu havia visto antes acordou em mim uma fascinação, um respeito enorme, vontade de saber mais.

Lembrei de que havia escrito que gostaria de fazer uma peregrinação religiosa, só que quando escrevi, não fazia a menor ideia para onde, por que, quando, quem me guiaria.

Chico Xavier, anotei no papel, voltei rapidamente ao computador num dos intervalos do filme e descobri a AME - Aliança Municipal Espírita de Pedro Leopoldo MG - e mandei uma mensagem para eles, pedindo mais orientação sobre os caminhos de Chico Xavier, atividades da Associação, etc.

Voltamos ao questionamento.
Hoje refiz a trilha do acaso. Rosane e Claudio, um casal amigo, na minha frente, sábado à noite, conversando sobre banalidades em geral e entram dois emails no meu celular. Era quase meia-noite.  Dois emails da AME, explicando horários e os "Caminhos da Luz". À meia-noite, foi a minha pergunta para mim mesma?

Recebi e li os emails em voz alta, explicando para eles que eu gostaria de fazer uma peregrinação religiosa a Pedro Leopoldo, cidade onde Chico Xavier nasceu.

Qual foi a reação? Pasmem. Era o sonho de Claudio e Rosane: vou repetir era o sonho de Claudio e Rosane fazerem a peregrinação religiosa a Pedro Leopoldo. Acaso?

Não há fio de cabelo meu que ainda acredite no acaso, são convergências, energias que vibram entoando a mesma sintonia. E, inevitavelmente, se encontram.

Para temperar, uma frase de Chico Xavier:

Sim - você deve estar curioso - nós vamos fazer a peregrinação e, sim, temos data marcada.
No dia 1º de junho, partiremos, Chico, ao seu encontro e ao encontro comigo mesma.



Beijos procês, diria o mineiro.
Até mais ver, Chico.

MAIS RECENTES

ASSINE POR EMAIL

Copyright © 50 COISAS ANTES DOS 50 - VERA LORENZO

Todos os Direitos Reservados