12 de junho de 2013

Procura-se um namorado

Hoje comecei o dia feliz, sorriso dentro do peito, sorriso aberto. Abri as redes sociais e ai, ai, ai. Suspiros infindáveis. Era novamente o dia dos namorados e eu sem namorado novamente. 
Eu, como boa romântica pisciana, esmoreci diante do fato consumado. No entanto, refleti momentaneamente, o dia apenas começava.


Sem a vergonha dos vergonhosos e envergonhados, decidi por bem anunciar. Procura-se um namorado. Talvez alguém pelo caminho não me leve a sério ou então considere um absurdo o pedido e a busca. Não me calo, contudo. Falo e divulgo, coração sempre fala mais alto e grita. Basta ler meus olhos.


O pedido de um namorado é real. Não faz parte da ficção dos livros de romance. Eu quero um namorado, quero casar e, se possível, na igreja com grande festa, comemorar. Tudo em pulos interiores e comemorações exteriores.

Entendo bem que, para encontrar um namorado, é preciso descrever o perfil. Vamos lá.
Homem jovem de coração, cronologicamente acima dos 40. Esse homem é alto, tem sorriso largo, humor extenso e aura boa.


Homem aberto a sonhos, apaixonado pela vida. Que a paixão pela vida seja uma paixão por mim e eu me apaixonarei. Perfil viajante, amo respirar novos ares, trocar com novas gentes e novas culturas.

Muso inspirador. Olhares atentos, interesse pelos livros e por todos os escritos, sedento de informação. Homem de fibra, de valores firmados. Amor, lealdade, contribuição ao mundo, respeito. Vida, muita vida nas veias.


Precisa ter seus sonhos e admirar meus sonhos. E eu desejo lhe admirar.
Namorado que goste de beijinhos, de carinho, de rir do nada e entender o todo. Que tenha sua independência financeira como eu tenho a minha. Juntar nossas independências e criar uma independência a dois. Ulalá!

Como eu, tem bagagem nas costas e experiência nas malas. Isso é lindo. De preferência com filhos para se juntar os meus filhos de 19 anos e criarmos uma grande família azeitadinha para o "forever & ever".

Cara de homem, atraente al dente. Que olhe para mim e se ache. Ou se perca.


Aceito indicações, sugestões. Só aviso de antemão: sou sincera. Se o candidato me falar e me calar ao fundo, eu pago para ver. Do contrário, avisarei aos candidatos quando o perfil não ressonar os sininhos dentro de mim.

Você que me lê, acredite: quero um namorado à vera, real, carne e osso bem combinados e alma reluzente. Não brinco com amores nem com sonhos. Eu os levo a sério e os procuro na imensidão dos mundos. Eu encontrarei todos os meus sonhos, até os mais loucos. Um deles pode ser você. Ou alguém que a leitora ou leitor conheçam.

Já abordei esse tema antes. Talvez pensassem que era brincadeira minha. É a mais escancarada verdade. Vou te procurar até achar. Não canso.

Urge a achação. Hoje é dia dos namorados e o tempo corre. Leiam e me procurem ou procurem para mim. Escreva, mande fotos, não tema (se você for o candidato). Não divulgarei nomes, nem nada. Só anunciarei para mim mesma.

Agradeço a oportunidade que me dá ou que me dão quem me ajudar na busca.
E, nesse dia dos namorados, resta tempo. A comemoração poderá vir em outro dia dos namorados num calendário de dois e celebrado, amplamente celebrado.

Obrigada pela divulgação. O amor é necessário, quero me apaixonar. Acredite na minha urgência do amor.

Beijos carinhosos e feliz dia dos Namorados para quem já tem um par.

MAIS RECENTES

ASSINE POR EMAIL

Copyright © 50 COISAS ANTES DOS 50 - VERA LORENZO

Todos os Direitos Reservados